PUBLICIDADE

728x90px

Governo assina convênio e dá posse a conselho técnico da Fapern


No Dia Nacional da Ciência e do Pesquisador Científico, celebrado nesta quinta-feira (8), a Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (Fapern) assinou convênios, renovou parcerias, deu posse aos membros do Conselho Técnico e prestou contas das ações executadas nos 30 meses de gestão da atual diretoria.

O convênio celebrado com o Sebrae/RN para apoiar iniciativas inovadoras nas áreas de moda e turismo das regiões Oeste e Seridó tem investimento de R$ 13 milhões em ações que visam o desenvolvimento e reconhecimento do empreendedorismo, a interiorização do Turismo e fortalecimento da cadeia produtiva da indústria têxtil, além da geração de emprego e renda, com inclusão econômica e social.

A governadora Fátima Bezerra, que esteve acompanhada do vice-governador Antenor Roberto, destacou o papel da pesquisa neste que é o momento mais difícil da história contemporânea do Brasil devido à pandemia da covid-19. "O contexto em que vivemos atualmente mostrou o quanto a ciência e a pesquisa foram decisivas e imprescindíveis para enfrentarmos a pandemia de um vírus letal. Ai de nós, se não fosse a ciência para dizer que, além da vacina, era preciso usar máscaras, fazer distanciamento social, adotar medidas mais duras para conter a transmissibilidade do vírus. Ai de nós, se não fosse a ciência!"

Fátima lembrou que o Brasil paga hoje um preço alto por não apostar na ciência, com mais de meio milhão de pessoas mortas pela covid-19. "Que isso sirva de lição para que a gente compreenda o potencial da ciência e da tecnologia", disse ela, que comemorou uma marca importante: a distribuição de 2 milhões de doses de vacinas aos 167 municípios do Rio Grande do Norte.

"A grande missão da Fapern, neste momento, é retomar o papel da ciência para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte, na área da pesquisa científica, tecnológica e da inovação, junto às universidades, às empresas e aos órgãos públicos. E neste dia de homenagem aos cientistas prestamos contas, apresentamos os resultados e projetamos o futuro com a entrega da minuta do novo marco legal", celebrou o diretor presidente da Fapern, Gilton Sampaio.

A minuta do projeto de lei do novo Marco Legal Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação foi entregue à governadora Fátima Bezerra pelo secretário do Desenvolvimento Econômico, Jaime Calado, que destacou as ações desenvolvidas de 2019 para cá. "O olhar do governo da professora Fátima Bezerra é um olhar completo nessa área", afirmou ele, ressaltando que foi a ciência quem permitiu que a humanidade migrasse da carroça para o avião; que o Rio Grande do Norte pudesse colher bons frutos com a exploração das energias eólica e solar. "A ciência está nos dando a possibilidade de gerar milhares de empregos nessa área. É o setor que recebe mais investimentos no RN. No ano passado foram contratados mais de R$ 7 bilhões, e em 2021, até 1º de julho, R$ 5,3 bilhões em eólica e R$ 1,3 bilhão em energia solar."

Representando a Assembleia Legislativa, o deputado Hermano Moraes, disse que o legislativo estadual vai trabalhar da melhor maneira possível na discussão do novo marco legal. “O caminho é esse: investir em ciência e tecnologia. O Rio Grande do Norte haverá de crescer com mais justiça social se valorizarmos o trabalho científico.”

Também participaram da solenidade os deputados estaduais Francisco Medeiros, Isolda Dantas e Hermano Morais; o presidente da Fecomércio e do Conselho Deliberativo do Sebrae, Marcelo Queiroz; o superintendente do Sebrae, Zeca Melo; o reitor do IFRN, José Arnóbio; o procurador geral do Estado, Luiz Marinho; o diretor geral do DER, Manoel Marques, além de 82 pessoas, representantes de órgãos públicos, entidades de ensino e pesquisadores, que acompanharam a solenidade em sala virtual.

NÚMEROS E AÇÕES

O Programa Institucional de Inovação da Gestão e Ações da Fapern: “Potencialidades e Iniciativas" estimula e promove a inovação e a melhoria do desempenho da própria gestão, levando a Fundação a um novo momento.

- Desde 2019, mais de R$ 33 milhões foram executados sob a interveniência técnica da Fapern;

- 474 bolsas de pesquisa e inovação, em diferentes modalidades, de vários editais e órgãos diferentes;

- 44 editais advindos de convênios/acordos com vários órgãos públicos e privados;

- Retomada da parceria com a Capes, órgão federal de fomento à pesquisa com o qual a Fapern não conveniava desde 2012.

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

Programas e ações do PPA 2020-2023
Programa Ciência RN de fortalecimento de mestrados e doutorados do Rio Grande do Norte.
Programa RN Moderno e Eficiente em CT&I com atualização de leis e normas na área.
Programa CT&O em empresas, ICTIs, órgãos públicos e organizações da sociedade civil nos territórios da cidadania.
Programa Ciência na Educação Básica do RN aproximado ICTIs, escolas, sociedade e arranjos produtivos.

Publicidade
728x90px