PUBLICIDADE

728x90px

Detran realiza força-tarefa de exame prático de direção veicular em Natal


O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) inicia na próxima segunda-feira (02) um mutirão de exames práticos de direção veicular com o objetivo de zerar a demanda reprimida de testes de condução veicular represada em Natal. A força tarefa vai se estender por toda a próxima semana (02 a 06) com previsão de realizar 1.400 exames durante os cinco dias de mutirão, alcançando uma média diária de 280 testes.
O coordenador de Registro de Condutores do Detran, Jonas Godeiro, informou que a partir deste sábado (31), o sistema de agendamento de exames práticos do Órgão já vai disponibilizar as novas vagas acrescentadas pela força tarefa do mutirão, possibilitando aos candidatos à Habilitação fazer sua marcação do teste via online pelo site do Detran (www.detran.rn.gov.br).

“A Direção do Detran viu essa necessidade e reunimos nossa equipe de examinadores ampliando o número de técnicos para durante toda a próxima semana aumentarmos a quantidade de exames, dando condições para atender a demanda desse serviço na capital. Vão ser realizados testes para as categorias A, B, D e E”, comunicou o coordenador.

É importante lembrar que somente serão atendidos os usuários que tenham realizado agendamento prévio pelo site e que disponham do comprovante de marcação para ter o acesso liberado a unidade do Detran. Outro ponto obrigatório é a utilização de máscara de proteção facial por todos candidatos à Habilitação. Para agendar o exame, o cidadão vai no site do Detran e na página principal clica na opção “Agendamento”, em seguida em “Habilitação” e seleciona o serviço de “Mutirão CNH”, concluindo o preenchimento dos dados e escolhendo a data e horário do teste.

Os examinadores do Detran analisam o conhecimento prático de volante dos alunos que já foram considerados aptos nos exames médico e psicológico, e que também já concluíram a carga horária de aulas prática e teórica ministradas pelo centro de formação de condutor da sua escolha. Para que o candidato seja aprovado no teste é necessário que ele não cometa nenhuma falta eliminatória e que a soma dos pontos negativos seja menor do que três.