PUBLICIDADE

728x90px

Covid-19: Metade das pessoas recuperam olfato em 2 meses, diz USP


Estudo vem sendo feito desde o início da pandemia em cerca de vinte cidades brasileiras

O grupo de Rinologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP estuda o tempo de recuperação dos pacientes que perderam olfato com a covid-19.

O estudo vem sendo feito desde o início da pandemia em cerca de vinte cidades brasileiras e, até o momento, apontou que, em apenas dois meses, 44% dos pacientes recuperaram totalmente o olfato; 23% estão com hiposmia ? baixa sensibilidade olfativa ? leve; 15% com hiposmia moderada; e 13% com hiposmia severa. Além disso, apenas 3% ainda não recuperaram totalmente o olfato.

A perda do olfato traz risco para as pessoas. Chamada de anosmia, a doença atrapalha o apetite. Pesquisa publicada em janeiro deste ano no Journal of Internal Medicine revelou que 86% dos pacientes infectados com o novo coronavírus apresentaram alguma disfunção olfatória.

Publicidade
728x90px