PUBLICIDADE

728x90px

Vacinação, decreto e ações governamentais são destaque na coletiva Covid-19


Considerando o quadro epidemiológico da Covid-19 no Rio Grande do Norte, com a redução gradativa na ocupação dos leitos de UTI Covid e o avanço da vacinação nas faixas etárias acima dos 18 anos, o Governo do RN emitiu um novo decreto que flexibiliza a retomada gradativa das atividades econômicas no estado, reforçando os cuidados na adoção de medidas protetivas para evitar a disseminação do vírus.

“Graças a Deus, a pandemia está dando sinais de melhoria no RN. Ou seja, o quadro pandêmico arrefeceu mais uma vez. Os principais fatores que contribuíram para essa melhoria da pandemia são a cobertura vacinal associado às medidas de enfrentamento à pandemia que o governo vem adotando”, destacou a governadora Fátima Bezerra, durante coletiva de imprensa realizada no auditório da governadoria no início da tarde desta quarta-feira (23).

Hoje, a taxa de ocupação de leitos críticos Covid no RN é de 73,1%. No momento, a fila de pacientes aguardando por leito de UTI está praticamente zerada. “A taxa de ocupação é extremamente importante para determinar a vida e a morte das pessoas. Quando deixamos de esperar um leito na fila do Regula, aumenta as chances de vida”, informou Lyane Ramalho, subsecretária de planejamento e gestão da Sesap.

VACINAÇÃO

O RN segue avançando na vacinação, atingindo a marca de mais 1.047.118 potiguares vacinados com a primeira dose e 401.414 pessoas que receberam a segunda dose, ou seja, totalmente imunizadas.

Nesse sentido, dando continuidade à operacionalização da campanha de vacinação, na manhã desta quarta, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) realizou a distribuição de 53.595 doses do imunizante AstraZeneca/Fiocruz. Destas, 10 mil doses da reserva técnica são para aplicação da primeira dose dos trabalhadores da educação e 45.595 vacinas para uso exclusivo como segunda de idosos entre 65 a 69 anos, completando o esquema vacinal, conforme pactuado entre Sesap e municípios. Além disso, o Ministério da Saúde sinalizou o envio de mais 113.370 doses para o RN, incluindo a vacina da Janssen, permitindo o avanço da vacinação. “É importante que as pessoas possam buscar a segunda dose para completar o esquema vacinal e consigamos garantir a ampliação de pessoas imunizadas”, orientou Kelly Lima, coordenadora de Vigilância em Saúde da Sesap.

Reforçando o compromisso com a saúde do povo potiguar, o Governo do RN realizou, hoje, a convocação de 73 profissionais de saúde (enfermeiros, fisioterapeutas e copeiros), que atuarão na linha de frente no combate à pandemia.

Diante desse cenário, o Governo emitiu um novo decreto flexibilizando o horário do toque de recolher, proibindo os festejos juninos e estabelecendo um calendário para o setor de eventos. De acordo com o decreto nº 30.673, o toque de recolher passa a vigorar a partir das 23h às 05h da manhã do dia seguinte, todos os dias da semana. Assim como aconteceu ano passado, permanece proibida a realização de festejos juninos, incluindo o acendimento de fogueiras e utilização de fogos de artifício, a fim de controlar o avanço da Covid e prevenir doenças respiratórias e acidentes que possam aumentar a demanda nas unidades de saúde.

“A Fecomércio fez uma proposta de acordo com a situação epidemiológica do estado. A partir disso, iremos rodar o calendário. Iniciando pelos eventos corporativos aqueles que são possíveis sentar e ter distanciamento. Entram os teatros e cinemas, mas tem a condição do município estar entre o 1 e 2 no indicador composto. Tudo sendo feito com muita cautela, respeitando o calendário de vacinação e os dados epidemiológicos por região”, pontuou Raimundo Alves, secretário-chefe do Gabinete Civil do Estado.

“As medidas só têm sucesso com a pactuação com os municípios. A parceria entre Estado e municípios é decisiva para completarmos a travessia que estamos fazendo. A governadora orientou a equipe a fazer a retomada econômica e fazer um chamamento para ficar mais forte a aliança entre Estados e municípios através do Pacto pela Vida. As nossas forças de segurança, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil estão à disposição dos municípios”, reforçou Fernando Mineiro, secretário de Gestão de Projetos e Articulação Institucional.

CRONOGRAMA DE RETOMADA DO SETOR DE EVENTOS

A retomada das atividades econômicas do setor de eventos será gradual, efetivada em cinco fases. São elas:

• I – Fase 01: a partir de 25 de junho de 2021, observada a ocupação máxima de 20% (vinte por cento) da capacidade do local, limitada à frequência máxima simultânea de 150 (cento e cinquenta) pessoas;

• II – Fase 02: a partir de 09 de julho 2021, observada a ocupação máxima de 40% (quarenta por cento) da capacidade do local, limitada à frequência máxima simultânea de 300 (trezentas) pessoas;

• III – Fase 03: a partir de 23 de julho de 2021, observada a ocupação máxima de 60% (sessenta por cento) da capacidade do local, limitada à frequência máxima simultânea de 450 (quatrocentos e cinquenta) pessoas;

• IV – Fase 04: a partir de 06 de agosto de 2021, observada a ocupação máxima de 80% (oitenta por cento) da capacidade do local, limitada à frequência máxima simultânea de 600 (seiscentas) pessoas;

• V – Fase 05: a partir de 20 de agosto, permitida a ocupação de 100% da capacidade do local.

Publicidade
728x90px