Header Ads Widget

728x90px

'Uma das marcas mais tristes da história do nosso país', diz governadora do RN após Brasil chegar a 500 mil mortos por Covid


Fátima Bezerra (PT) defendeu 'luta' pautada na ciência e respeito à vida. Estado teve 6,5 mil óbitos pela doença.

"Uma das marcas mais tristes do nosso país". Assim classificou a governadora Fátima Bezerra (PT), a marca de 500 mil pessoas que morreram por causa da Covid-19, no Brasil, desde o início da pandemia.

Em uma publicação pelas redes sociais, a governadora prestou solidariedade às pessoas que compartilham da dor "imensurável" e defendeu "luta" pautada na ciência e respeito à vida no combate à pandemia.

"Que a esperança nunca nos abandone e sigamos na luta sempre pautados pela ciência e em respeito à vida, nosso bem mais sagrado", disse em outra publicação.

Vidas

Meio milhão de vidas. Esse foi o saldo de vítimas que a Covid-19 já deixou em 459 dias desde que chegou ao Brasil, em março de 2020. A marca foi registrada na tarde deste sábado (19).

Somente no Rio Grande do Norte, foram 6.571 mortes pela doença e 290.517 casos confirmados.

No país, a média geral é de mais de 1 mil mortos por dia, mas o ritmo variou e subiu bastante desde o começo de 2021.

No pior momento, em abril, o país chegou a registrar média móvel semanal acima de 3 mil mortos diários. Nos últimos dias, voltou a ver essa média bater a marca de 2 mil vidas por dia.

No início da tarde deste sábado (19), o total de mortos chegou a 500.022, e o de casos confirmados, a 17.822.659, segundo dados levantados pelo consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia no Brasil.

O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.


Brasil chega a 500 mil mortes pela Covid — Foto: Bruno Kelly/Reuters/Arquivo

Publicidade
728x90px