Header Ads Widget

728x90cm-CELULAR

Policial com distúrbios mentais atira em mulher, é surpreendido e acaba baleado em Natal


Um policial militar afastado atirou em uma mulher nesta quinta-feira 10 no bairro do Alecrim, zona Leste de Natal. Logo após o ocorrido, o homem também foi baleado por um terceiro, que ainda não foi identificado. Ainda não sabe se há relação entre os casos. 

A mulher foi atingida de raspão na cervical, e, segundo boletim médico, passa bem. Já o policial contou que não sente as pernas. 

O PM foi afastado da guarnição por problemas psiquiátricos, de acordo com apuração prévia da InterTV Cabugi. A mulher e o homem foram encaminhados ao Hospital Walfredo Gurgel, em Natal. 

O estado de saúde deles ainda não foi atualizado. Tem sido ventilada, sem confirmação, a possibilidade de uma reação a assalto, porém sem mais detalhes. A Polícia Militar recolheu a arma do policial e a encaminhará à perícia. 

Um policial que estava no local disparou que o homem não deveria está armado, considerando o quadro clínico dele. Pai e filhos são mortos a tiros e facadas; mulher está desaparecida Pai e dois filhos foram encontrados mortos com marcas de tiro e facadas na madrugada desta quarta-feira 9. 

O crime ocorreu na Fazenda Vidal, na área rural do Incra 9, no Distrito Federal. De acordo com informações da Polícia Militar, os corpos são de dois adultos, de 48 e 21 anos, e de um adolescente de 15 anos, todos do sexo masculino. 

A família morava no local. Ainda de acordo com a corporação, a mulher da vítima de 48 anos, que tem 43, está desaparecida. Foi solicitado o apoio de helicóptero e cães farejadores para procurá-la. 

O Corpo de Bombeiros foi acionado e mobilizou seis veículos e 22 militares. “Recebemos chamado, via 193, com informações sobre agressão física envolvendo o emprego de uma arma branca. Quando nossas equipes chegaram ao local, encontraram três pessoas. Todas sem vida”, informou o CBMDF, em nota. 

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) assumiu a cena do crime para as providências cabíveis. A motivação e autoria do triplo homicídio são desconhecidas. O fato foi registrado na 24ª Delegacia de Polícia (Setor O). As armas usadas no assassinato não foram encontradas.