PUBLICIDADE

728x90px

Desemprego chegou a 15 milhões de brasileiros entre fevereiro e abril, diz IBGE


PNAD Contínua também mostra que cresceu o número de trabalhadores por conta própria no país

A taxa de desocupação no Brasil ficou em 14,7% no trimestre encerrado em abril. No trimestre anterior a taxa era de 14,2%. É o que mostra a pesquisa Pnad Contínua divulgada nesta 4ª feira (30.jun) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O número de desempregados chegou a quase 15 milhões de pessoas (14,8, milhões).

A pesquisa mostra também que cresceu o número de trabalhadores por conta própria (24,0 milhões) subiu 2,3% frente ao trimestre móvel anterior (mais 537 mil pessoas) e 2,8% (mais 661 mil pessoas) na comparação anual.

A taxa de informalidade foi de 39,8% da população ocupada, ou 34,2 milhões de trabalhadores informais. No trimestre anterior, a taxa havia sido 39,7% e no mesmo trimestre de 2020, 38,8%.

O rendimento real habitual (R$ 2.532) ficou estável em ambas as comparações. Já a massa de rendimento real habitual (R$ 212,3 bilhões) ficou estável ante o trimestre móvel anterior e caiu 5,4% frente ao mesmo trimestre de 2020 (menos R$ 12,1 bilhões).

O número de ocupados no Comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas apresentou queda de 2,3% (menos 373 mil pessoas), as demais atividades ficaram estáveis frente ao trimestre de novembro de 2020 a janeiro de 2021.

Publicidade
728x90px