Header Ads Widget

728x90cm-CELULAR

Sufoco: Flamengo empata com LDU e se classifica para as oitavas da Libertadores


Com um jogador a menos desde os 15 minutos do primeiro tempo, Rubro-Negro não conseguiu se impor, mas garantiu empate que dá a vaga para próxima fase

O Flamengo empatou com a LDU e garantiu vaga antecipada para as oitavas de final da Libertadores. Com um jogador a menos desde os 15 minutos do primeiro tempo, quando Arão foi expulso, o Rubro-Negro abriu o placar com Pedro. Os equatorianos viraram com gols de Guerra e Jhojan Julio, mas Gustavo Henrique empatou no final.

O resultado manteve o clube carioca na primeira posição do grupo, com 11 pontos. O Vélez, que venceu o Unión Calera por 2 a 1, está na segunda colocação, com 9, e também se classificou. Já a LDU, que não tem mais chances, está em terceiro, com 5. Na última rodada, Flamengo e Vélez disputam o primeiro lugar no Maracanã

O JOGO

Quem viu os primeiros minutos do jogo pode ter achado que o Flamengo venceria com tranquilidade. Porém, após a expulsão de Arão, aos 15 minutos, tudo mudou no Maracanã. O clube carioca passou a ter menos a bola e a LDU cresceu.

Apesar das dificuldades, Pedro, um dos melhores em campo, conseguiu abrir o placar, aos 31. Menos de 5 minutos depois, porém, os equatorianos empataram, com Guerra. A virada quase veio aos 43. Após erro na saída de bola, Amarilla apareceu na frente de Gabriel Batista, mas chutou para fora.

O Flamengo voltou para o segundo tempo com Bruno Henrique no lugar de Gabigol. Entretanto, as ações ofensivas continuavam sem incomodar a LDU.

O gol da virada dos equatorianos veio aos 14 minutos, com Johojan Julio. Ele aproveitou a ajeitada de Amarilla, tirou Bruno Viana da jogada e fuzilou.

Após o segundo gol da LDU, o Flamengo foi para o ataque do jeito que deu, muitas vezes desorganizado. Em uma das tentativas, Matheuzinho soltou uma bomba do meio da rua e Gabbarini defendeu.

Mas quando se trata de Libertadores, a emoção é garantida até o apito final. E foi com muita luta que o Flamengo chegou ao empate. Aos 42, Arrascaeta bateu a falta na cabeça de Gustavo Henrique, que não perdoou.

Nos minutos finais, o clube carioca se segurou e garantiu o placar. Que venham as oitavas