Header Ads Widget

728x90cm-CELULAR

Para tentar conter cepa indiana, Saúde enviará 600 mil testes ao MA


O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou neste sábado (22.mai) o envio de 600 mil testes ao Maranhão para tentar conter o avanço da variante indiana em aeroportos e nas fronteiras do estado. Segundo Queiroga, todos os passageiros terão que fazer o teste rápido. 

"Qualquer passageiro que tiver teste rápido positivo fará RT-PCR com a pesquisa também genômica no intuito de detectarmos a possibilidade da variante indiana. Estamos atentos também a possíveis casos que podem surgir em outros estados, e a conduta será a mesma", explicou o ministro, em coletiva de imprensa. 
"Os passageiros que tiverem resultado positivo no teste deverão ser isolados por 10 dias e passarão por pesquisa genômica para identificar qual a variante do vírus", completou.

Os 600 mil testes sairão de Guarulhos às 12h, de domingo (23.mai), informou a pasta, e deverá chegar ao Maranhão até o fim do dia. Além disso, Queiroga anunciou ainda a distribuição de 2,4 milhões de testes ao restante do país, mas principalmente às regiões de fronteira com a Argentina e o Paraguai. 

O governador do Maranhão, Flavio Dino (PCdoB), acusou o ministro de não ter que conversado com representantes do governo maranhense e da cidade de São Luis. No Twitter, ele afirmou que "é impossível até entender o que eles farão".