Header Ads Widget

728x90cm-CELULAR

Pandemia vai crescer nas próximas semanas, prevê Fiocruz


A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) estima que, sem aumento de pessoas vacinadas, o Brasil não controlará uma terceira onda da covid-19. Boletim do Observatório Covid-19 Fiocruz alerta para o crescimento da doença no país nas próximas semanas e sugere medidas combinadas para evitar o agravamento da doença e novo colapso do sistema de saúde.

Segundo o documento, há uma estabilidade nas mortes, mas houve aumento das taxas de casos novos de covid. Os testes positivos para a doença permanecem em altos patamares, demonstrando que a circulação do novo coronavírus e suas variantes ainda é intensa no Brasil.

O quadro revela que a pressão sobre o sistema de saúde é grande com aumento de internações e ocupação de UTIs.

O Nordeste apresenta uma situação bem preocupante, com Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Sergipe permanecendo com taxas de ocupação relativamente estáveis, em níveis superiores a 90%. 

Dez capitais estão com taxas de ocupação de leitos de UTI Covid-19 iguais ou superiores a 90%

Capital

taxa ocupação UTI
Aracaju99%
Campo Grande97%
Curitiba96%
Natal96%
Brasília96%
São Luís95%
Teresina95%
Rio de Janeiro93%
Fortaleza92%
Maceió91%

O levantamento sugere medidas para evitar o agravamento da pandemia. Além da vacinação, importante também por causa das variantes, a Fiocruz recomenda medidas combinadas como a adoção de lockdown em regiões onde há o crescimento de casos e onde a taxa de ocupação de leitos esteja superior a 80%. Além disso, a fundação sugere a ampliação de campanhas de esclarecimento contra a negação de evidências científicas e tratamento do novo coronavírus.