Header Ads Widget

728x90px

OMS: nova variante contribui para grave situação na Índia


País ultrapassou 4 mil mortes diárias no sábado (9); nova cepa é mais contagiosa e pode tornar vacinas menos eficazes

A nova variante do coronavírus detectada na Índia é mais contagiosa e tem características que podem tornar as vacinas menos eficazes, contribuindo para a expansão da pandemia no país de 1,3 bilhão de pessoas, alertou a cientista-chefe da Organização Mundial de Saúde (OMS), Soumya Swaminathan.

No sábado, a Índia registrou mais de 4 mil mortes por covid-19 em 24 horas e mais de 400 mil novas infecções, embora os especialistas acreditem que os números oficiais sejam muito subestimados.

Em entrevista à AFP, Swaminathan, pediatra e pesquisadora indiana, destacou que a variante B.1.617, detectada pela primeira vez em outubro em seu país, é, sem dúvida, um fator que agravou a epidemia.

Essa variante poderia ser classificada pela OMS na lista das consideradas mais perigosas que o coronavírus original, devido a sua maior disseminação e sua capacidade de anular as defesas fornecidas pelas vacinas, aumentando a taxa de mortalidade entre os pacientes afetados, considerou a cientista.

A variante B.1.617 "apresenta mutações que aumentam a transmissão e que também podem torná-la potencialmente resistente aos anticorpos desenvolvidos por vacinação ou contaminação natural", explicou.