Header Ads Widget

728x90cm-CELULAR

Nike reincide contrato com Neymar, após nova acusação por assédio sexual


Com a divulgação de um suposto assédio sexual cometido pelo jogador brasileiro Neymar, denúncia feita por uma funcionária da Nike, internautas relembraram outro caso semelhante envolvendo o atleta do Paris Saint-Germain. Em 2019, a modelo Najila Trindade acusou o atleta de estupro. No entanto, devido a falta de provas, a Delegacia de Defesa da Mulher em São Paulo arquivou o processo. 

Nike tentou investigar o caso

A conselheira geral da Nike, Hilary Krane, confirmou que a empresa rompeu contrato com Neymar, em setembro do ano passado, motivada pela acusação. "A Nike encerrou seu relacionamento com o atleta porque ele se recusou a cooperar em uma investigação de boa-fé de alegações confiáveis feitas por uma funcionária", disse a companhia esportiva ao jornal norte-americano.

Ainda a publicação Wall Street Journal, a equipe de Neymar alegou que o jogador "vai se defender de forma vigorosa contra os ataques infundados caso alguma acusação seja apresentada, o que ainda não aconteceu". A porta-voz do atleta também disse que ele e a Nike romperam a parceria por razões comerciais.