PUBLICIDADE

728x90px

Em menos de 5 meses, RN registra mais mortes por Covid-19 em 2021 do que em todo o ano de 2020


Estado chegou a 2.996 óbitos confirmados de janeiro a maio deste ano. Em 2020, total de mortes pela doença foi de 2.993.

Em menos de cinco meses neste ano de 2021, o Rio Grande do Norte já registrou mais mortes por Covid-19 do que em todo 2020. Nesta segunda-feira (24), o estado chegou a 2.996 óbitos pela doença neste ano, ultrapassando os 2.993 registrados ao longo do ano passado.

Os dados constam nos boletins epidemiológicos e nos dados divulgados diariamente pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) no acompanhamento da Covid-19 no RN. Segundo a pasta, algumas das mortes contabilizadas nos boletins não acontecem necessariamente nos dias em que são registradas.

Ao todo, o estado tem 5.989 mortes por coronavírus desde o início da pandemia. Sete desses óbitos foram confirmados nas últimas 24 horas - em Mossoró (2), Natal (2), Assu (1), São Tomé (1) e Apodi (1).

A primeira morte no estado foi a do professor da UERN, Luiz di Souza, de 61 anos, no dia 28 de março do ano passado. O estado caminha para atingir 6 mil vítimas fatais da doença pouco mais de um mês depois de chegar às 5 mil, em 15 de abril.

Os meses mais fatais da pandemia foram justamente em 2021: abril, com 953 mortes, e março, com 922. O mês de maio, até esta segunda-feira (24), já é o quinto mais letal, com 529 óbitos. Em 2020, o mês que acumulou mais mortes foi julho, com 767.

No dia 13 de maio, o estado também havia ultrapassado o número de casos confirmados de Covid-19 em 2021 no comparativo com todo o ano de 2020. Esse mês de maio, inclusive, mesmo antes de acabar, é o com mais casos confirmados da doença desde o início da pandemia. Nesta segunda-feira (24), o mês chegou a 37.294 casos confirmados.

De acordo com a Sesap, houve um aumento de casos apontado no indicador composto, mas também foram inseridos casos novos que estavam reprimidos no sistema E-SUS do Ministério da Saúde, que interferem, em parte, no aumento desses números. A pasta disse que o sistema sofre instabilidade desde abril.

O mês anterior com mais casos confirmados era março, que tinha 29.366.

Evolução das mortes

A primeira morte por Covid-19 no Rio Grande do Norte foi registrada no dia 28 de março.
O estado ultrapassou à marca das 1 mil mortes por Covid-19 no dia 30 de junho.
Em 11 de agosto, o estado ultrapassava as 2 mil mortes pela doença.
Em 3 de janeiro, o RN chegou às 3 mil mortes por Covid-19.
O estado passou das 4 mil mortes no dia 17 de março.
No último dia 15 de abril, o estado chegou às 5 mil mortes.
Em 24 de maio, 2021 ultrapassou 2020 no número de mortes confirmadas.

Além do aumento de mortes neste período, o estado segue com a taxa de ocupação dos leitos críticos alta. Desde 1º de março, o estado tem taxa superior a 90%, com exceção de dois dias: 23 de abril e 5 de maio, que atingiram 89%. Os dados são do Regula RN.

Nesta segunda-feira, a taxa de ocupação dos leitos públicos de UTI marcava 97%. O número de pessoas na fila por um leito de UTI também aumentou e voltou a ultrapassar os 90 nesta tarde.

A média móvel de pedidos por internação chegou a 130 no estado, neste domingo (23) - número igual a 14 de maio - e o maior desde o início da pandemia.

O estado tem 416 leitos críticos de Covid-19 com 385 ocupados, 10 disponíveis e 21 bloqueados - por falta de insumos ou profissionais especializados.