PUBLICIDADE

728x90px

Macau, paciente do grupo de risco que testou positivo, está considerado recuperado

No último dia 16, quando deu entrada no Hospital Municipal Antônio Ferraz, em Macau, Gedeão da Silva Penha, (Gildinho), de 47 anos de idade, testou positivo ao fazer o teste rápido (que detecta estar o paciente contaminado há 10 dias), ao mesmo tempo em que demonstrava falta de ar e a sua pressão arterial registrava 10 x 7, quando recebeu os primeiros cuidados através da equipe médica de plantão.
                            
Constatado que Gildinho era portador do Novo Coronavírus, a preocupação maior era em razão de ele ser integrante do chamado Grupo de Risco, onde se incluem os que são hipertensos, diabéticos e obeso, como o paciente. Devido aos sintomas apresentados e por ser do grupo de risco, o paciente ficou internado por 7 dias(ontem ele foi a Natal fazer um exame e retornou no final da tarde), até hoje. Na tarde desta sexta-feira,22, ao processar os exames médicos necessários, Gedeão da Silva Penha (Gildinho), passou a integrar o quadro dos RECUPERADOS, que hoje, em Macau, soma 10. 
                       
Ao deixar o hospital, Gildinho gravou um vídeo em que alerta a todos para o grave perigo que é o COVID-19.