PUBLICIDADE

728x90px

Tulio Lemos reitera à Câmara de Macau devolução das sobras de verbas para aplicar no combate ao COVID-19

Portal MACAUENSE - Por entender que o legislativo tem como contribuir financeiramente no combate ao COVID-19  no município, uma vez que vem sobrando recursos oriundos das transferências que o poder executivo faz mensalmente, o prefeito Túlio Lemos voltou a provocar a presidente da Câmara Municipal de Macau, vereadora Diana Lira, reiterando o seu posicionamento na contribuição às medidas contra a pandemia.
                       
No dia 23 de março passado, o prefeito encaminhou ofício à presidência do legislativo solicitando a devolução de 60/70% das sobras das transferências mensais (a prefeitura repassa mensalmente o valor de 300 mil reais), quando a legisladora exigiu plano de aplicação dos recursos, o que foi prontamente atendida. A partir daí, a resposta à reivindicação foi o silêncio. Em razão do fato, o prefeito Túlio Lemos protocolou nesta quinta-feira, 09/04, novo ofício endereçado à presidência do legislativo citando que a Salinor, a Univida e o IFRN já estão contribuindo com ações de combate ao COVID-19 e que se faz necessária a participação do legislativo.
                     
Sobre o assunto, Túlio foi esclarecedor quando diz que, “estamos solicitando a contribuição do legislativo em favor da população macauense, apenas com um percentual, 60 a 70%, das sobras de recursos do último trimestre, que mensalmente transferimos para a Câmara. Esperamos que a presidente Diana Lira demonstre respeito aos macauenses e contribua com a causa”.