PUBLICIDADE

728x90px

Jonas Lemos é nomeado Diretor-geral Pro Tempore do Campus Natal-Central

Portal Macauense - sexta-feira, 24/04, foi publicada Portaria Nº 666/2020 - RE/IFRN, referente à nomeação do novo diretor-geral pro tempore do Campus Natal-Central do IFRN: o professor Jonas Eduardo Gonzales Lemos. O diretor nomeado foi escolhido para gestão do CNAT, com maioria de 48,76%, dos votos, por meio de eleições diretas.

Ex-aluno do Curso Técnico em Mineração da ETFRN e graduado em Engenharia de Minas, pela UFPB, o professor Jonas Lemos também é graduado em Direito (UFPB), Especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho (UFRN), Mestre em Engenharia de Minas (UFPB), Doutor em Direito (Universidad de Salamanca) e Pós-doutor em Direito (Universitá degli Studi del Salento).

Os principais pontos do plano de ação do novo gestor se pautam em três pilares estruturantes: integração das áreas de Ensino, Pesquisa, Inovação e Extensão; governança e transparência, além de valorização de servidores e discentes. Segundo o diretor Jonas Lemos, é uma alegria fazer parte desta casa de educação, podendo contribuir para a instituição que constitui sua própria história de vida: "Sinto-me motivado, feliz e honrado em ocupar o cargo de diretor da instituição que entrei como estudante, em 1982".

O professor Jonas Lemos passa a ocupar o cargo que era exercido pelo professor Arnóbio de Araújo Filho, ex-diretor do Campus Natal-Central e reitor eleito nas mesmas eleições diretas ocorridas no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, no dia 04/12 de 2019. Na ocasião, o Instituto realizou eleições para escolha dos novos gestores para os cargos de reitor e de diretores dos campi do IFRN.

A perspectiva da comunidade era de que a nomeação dos eleitos para os cargos de reitor e diretores da instituição tivesse ocorrido na segunda-feira, dia 20/04. No entanto, o Ministério da Educação (MEC) nomeou o professor Josué Moreira como reitor pro tempore, em vez de dar posse ao reitor eleito, professor José Arnóbio de Araújo Filho. Segundo o professor Jonas Lemos "a estabilidade institucional só virá com a nomeação do reitor eleito, professor Arnóbio, já que foi uma vontade expressa da comunidade, através de eleições diretas". De acordo com o diretor nomeado do CNAT, "O momento é de incerteza quanto ao reitorado e exige de nós a capacidade de diálogo e confiança nos princípios democráticos que regem a instituição e a sociedade brasileira, razão pela qual atenderemos, defenderemos e protegeremos a comunidade, quanto a seus legítimos direitos garantidos na Constituição, especialmente no tocante à escolha de seus gestores, eleitos em processo democrático de consulta à comunidade".