INDEFINIDA: Eleição da câmara municipal de Macau fica sub judice até dia 15 de fevereiro

Foto: Reprodução
Portal Macauense - Envolta de polêmica, assim foi e continua sendo sessão da câmara que elegeu Diana Lyra a sucessora do atual presidente da casa, Jairton Medeiros.
Ato 1: O vereador Oscar Paulino impetrou um mandado de segurança em face do atual presidente Pintinho, pedindo a anulação da sessão que elegeu Diana Lyra alegando vícios procedimentais.

Ato 2: O juiz de direito Gustavo Henrique Silveira Silva decidiu, nesta quinta (20), que só irá decidir após o recesso parlamentar.
O ponto positivo para o Vereador Oscar Paulino é que o argumento usado pelo juiz é de que, com o recesso não seria possível deferir a realização de uma nova sessão extraordinária (para a realização de nova eleição) ainda este ano.

O meio-ponto positivo para o presidente Jairton Medeiros e a oposição é que Diana Lyra “segue” presidente até à volta dos trabalhos, ainda que sub judice.
Decisão Judicial  

INDEFINIDA: Eleição da câmara municipal de Macau fica sub judice até dia 15 de fevereiro INDEFINIDA: Eleição da câmara municipal de Macau fica sub judice até dia 15 de fevereiro Reviewed by Macauense on 12/20/2018 10:17:00 AM Rating: 5

Nenhum comentário

Macauense.com.br

PUBLICIDADE

Image Link [] Facebook Username [#] Twitter Username [#] Whatsapp username [#] Instagram Username [#] GPlus Username [#] Pinterest Username [#]