» » » » Hélio Willamy: “Deixo Brasília otimista em relação à alternativa emergencial apresentada para resolver a falta de água em Guamaré e região”

Macauense - A sensação do prefeito de Guamaré Hélio Willamy, logo após deixar o gabinete do Ministro da Integração Nacional Helder Barbalho, no final da manhã desta terça-feira, 20, foi de dever cumprido. Bastante otimista Hélio considerou que a união da bancada federal, independente de partidos políticos foi importante para que o projeto da adutora Afonso Bezerra-Pendências fosse visto com bons olhos por quem tem a solução desse pleito tão importante para a região.

“Ouvimos aqui do ministro Helder Barbalho que vencidas as etapas da burocracia em um prazo médio de 60 dias, os municípios atingidos com o colapso, a exemplo de Guamaré terão uma resposta que vai solucionar definitivamente o problema da falta de água”, declarou o gestor, que esteve no encontro convocado pelo Governador Robinson Faria, acompanhado de colegas prefeitos da região, de técnicos do setor hídrico no estado e de membros da bancada federal, a exemplo do deputado Walter Alves (PMDB).  

O ministro Hélder Barbalho destacou que os projetos do Governo do Estado já foram analisados e aprovados pelo Ministério da Integração e que será preciso aguardar dez dias para o Governo Federal reconhecer o decreto de estado de emergência no RN. Ele disse que vai tratar com o ministro do Planejamento, Diogo Henrique, sobre a necessidade de atualizar o orçamento destinado ao Rio Grande do Norte diante da gravidade da situação. Barbalho também solicitou que a classe política do Estado procure diretamente o presidente Michel Temer para ele intervir junto ao ministro do Planejamento pela liberação dos recursos.

A adutora emergencial do município de Afonso Bezerra até Pendências para abastecimento de 78 mil pessoas irá conduzir a água de cinco poços já perfurados pela Caern. Para isso são necessários recursos no montante de R$ 68.457.292,22. “Enfrentamos uma situação dramática e precisamos dessa união para defender a população não somente de Guamaré, mas da nossa região tão castigada pela seca”, concluiu Hélio Miranda. 


Publicidade
Image and video hosting by TinyPic

Macauense

Macauense.com.br
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta

Macauense.com.br