» » » Macau: Túlio atua a favor de famílias sob riscos de perder moradias para União

Macauense - A cidade de Macau caminha para entrar 2017 não apenas com um novo gestor. O município salineiro contará também com uma forma nova e ousada de governar, a partir do resgate do diálogo e do respeito na relação institucional com órgãos federais e estaduais- metas do prefeito eleito Túlio Lemos.
Durante reunião na tarde desta terça-feira, 1º, na Superintendência do Patrimônio da União no Rio Grande do Norte, em Natal, o jornalista e prefeito eleito tratou de uma questão importante que mexe diretamente com a vida de quase 100 famílias que ocupam terras da União em áreas de praias e rios e que correm o risco de ficarem sem teto.
Segundo ouviu no encontro com o superintendente do órgão, Tarcísio Emanuel dos Santos, o município já tem hoje cerca de 70 ocupações irregulares nas comunidades de Barreiras, Diogo Lopes e Ilha de Santana, de acordo com a última inspeção do órgão federal que já notificou essas famílias.
“Serão analisados caso a caso. Existe em algumas situações a possibilidade de legalizar a ocupação, mas para isso será necessária a parceria da prefeitura para buscarmos juntos as soluções”, disse Tarcísio Emanuel, em um primeiro momento, no entanto, não descartou a possibilidade da desapropriação e demolição de casas e de pontos comerciais nessas áreas.
Cadastro
O órgão continua em inspeção no município essa semana e levantará um cadastro sócio econômico das famílias, observando a renda e a atividade econômica, principalmente. “Nada existe aonde chegamos, o município enfrenta um descontinuidade em quase todas as relações institucionais”, disse o prefeito eleito ao final do encontro, se colocando a disposição do órgão para atuar nessa frente de trabalho.

Elogios
Para o superintendente do órgão a iniciativa do prefeito eleito sinaliza para um entendimento que vislumbra parcerias em favor do desenvolvimento do município e na solução de problemas como esse que atinge diretamente centenas de famílias. “Sabemos agora que foi aberta uma porta e quem ganha com isso é a cidade”, concluiu Tarcísio Emanuel, elogiando o prefeito eleito pela atitude em se antecipar e procurar se informar acerca do problema.

Fonte: Macauense

Macauense

Macauense.com.br
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta

Macauense.com.br