» » » Prefeito Interino exonera músicos da Banda Filarmônica Monsenhor Honório

Macauense - A Banda de música "Filarmônica Monsenhor Honório" um patrimônio cultural de Macau, sofreu um duro golpe nesta segunda feira (17) o prefeito Interino Einstein Barbosa através do recém nomeado ao cargo de presidente da Fundação Municipal de Cultura "Valdemir Nunes de Souza", resolveu dá um basta aos ascendentes candidatos a músicos da cidade, alegando uma situação de emergência financeira e a adoção de medidas para redução de despesas no município.

Segundo alguns músicos, com essa atitude errônea da exoneração dos jovens aprendizes, os mesmos decretam o fim da principal escola de música da cidade, restando apenas os conclusivos, os chamados integrantes mais velhos da banda de música. Com isso resolveram parar suas atividades, em protesto contra tal decisão, que não ferem só a “Filarmônica Monsenhor Honório” mas também a sociedade Macauense comum todo, já que a banda é um patrimônio cultural da cidade. 

Portaria Nº 858/2016, DE 17 DE OUTUBRO DE 2016
O PREFEITO MUNICIPAL DE MACAU, no uso da atribuição que lhe confere a Lei Orgânica do Município,
RESOLVE
Art. 1º - NOMEAR, Valdemir Nunes de Souza, CPF nº 586.576.547-49, para o Cargo em Comissão de
Presidente da Fundação de Cultura, símbolo CC-1, lotado na Fundação de Cultura.
Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor nesta data, revogando-se as disposições em contrário.
Palácio “João Melo”, em Macau/RN, 17 de outubro de 2016.
Einstein Albert Siqueira Barbosa- PREFEITO –


Fundação Municipal de Cultura
Portaria Nº 001/16 de 17 de outubro de 2016
A FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA DE MACAU, no uso de suas atribuições legais,
CONSIDERANDO, a edição pelo Poder Executivo municipal do Decreto nº 2.270/2016,
de 10 de outubro de 2016, que dispõe sobre a situação de emergência financeira municipal
e a adoção de medidas para redução de despesas, nos termos da lei complementar nº
101/2000 e dá outras providências.
RESOLVE
Art. 1º A Fundação Municipal de Cultura adota medidas imediatas, por justa causa, para
adequação ao Estado de Emergência Financeira, pelo prazo até 31 de dezembro de 2016,
determinando:
a) A exoneração de 4/5 de seus servidores comissionados;
b) A rescisão contratual de 4/5 dos seus prestadores de serviços;
Art. 2º - Ficam suspensas as concessões de bolsas para o aprendizado inicial e aprendizado
continuado da Filarmônica Monsenhor Honório, mantendo-se os bolsistas conclusivos.
Art. 3º - Esta Portaria entra em vigor nesta data, revogando-se as disposições em contrário.
Fundação Municipal de Cultura, em Macau/RN, 17/10/2016.

Valdemir Nunes de Souza
Presidente 

Macauense

Macauense.com.br
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta

Macauense.com.br