» » » Campanha chega na reta final com atos de violência contra partidários de Tulio Lemos

Macauense - A campanha eleitoral em Macau entra a reta final num clima tenso, com agressões e atos de violência. “Os adversários estão desesperados, partiram para a agressão e violência. No final da tarde de hoje minha casa foi alvo de tentativa de invasão, pessoas foram agredidas na calçada, inclusive um policial a paisano puxou uma arma para intimidar eleitores nossos”, denunciou o candidato pelo PSD, Tulio Lemos.

“Apelo para as autoridades policiais e o poder judiciário para que tomem as providências, no sentido de garantir que o pleito transcorra na absoluta paz, afinal, nossos adversários já provaram que apoiam a violência”, disse o candidato de oposição, afirmando que responsabilizará diretamente a chapa governista apoiada pelo prefeito interino Einstein Barbosa por qualquer ato de violência que porventura venha a ocorrer até o próximo domingo, 02 de outubro.

A advogada da Coligação Mudança de Verdade, Juliana Peres explicou que o fato da chapa governista está autorizada pela Justiça Eleitoral a fazer mobilização no Centro da cidade nesta terça-feira, 27, não deve ser interpretado como um passaporte para fazer campanha na porta de Tulio. “A Rua Marechal tem duas vias, separadas por canteiros largos, mesmo assim, desviaram o fluxo normal em que vinha a caminhada deles e não respeitaram o fato de minha casa ser registrada como comitê de campanha e passaram na porta insultando a violência”, concluiu o candidato.

Fonte: Macauense

Macauense

Macauense.com.br
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta

Macauense.com.br