» » NOTA MIL NA REDAÇÃO, ESTUDANTE DE ASSU É APROVADO EM MEDICINA NA UFRN


Macauense - Foi a vontade de ajudar o próximo aliada a afinidade com biologia, que fez o estudante Fábio Constantino, 19 anos, optar pelo concorrido curso de medicina na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Morador da periferia de Assu, município da região Oeste Potiguar, Fábio foi aprovado em medicina na primeira chamada do Sistema Integrado de Seleção Unificada (Sisu), para o campus Natal com nota 756. O estudante também também faz parte do grupo de 104 alunos em todo Brasil que alcançou a nota máxima na redação do Enem. 
Arquivo Pessoal
Fábio Constantino, 19 anos, vive em Assu e vai cursar na medicina na UFRNFábio Constantino, 19 anos, vive em Assu e vai cursar na medicina na UFRN

Aluno do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) de Ipanguaçu, Fábio atribui a aprovação ao esforço dos pais,  a empregada doméstica Elione Rosa de Farias e do vendedor de materiais de construção, o também Fábio Constantino. O jovem relatou que o desejo de cursar medicina surgiu da vontade de ajudar o próximo, como a sua mãe sempre o ajudou. 

Fábio relatou que a mãe ficou grávida aos 14 anos, e que à época, desistiu dos estudos para proporcioná-lo uma vida melhor.  “Quando era menor, via o esforço que a minha mãe fazia para me dar material escolar, comprar tênis, e assim tive a vontade de ajuda-la.  Depois vi que tinha muita gente em situação precária e queria ajudar essas pessoas”, disse.  

Após uma rotina de estudos de cerca de 10 horas diárias, conseguiu um feito realizado apenas por 104 estudantes em todo Brasil, obter mil, a pontuação máxima, na redação do Enem. Fábio explicou que abdicou de momentos de lazer para se dedicar a árdua rotina de estudos. Por semana, o aluno produzia duas redações. Para embasar o texto, ele relatou que utilizou de música e de fatos históricos. “Uma das causas que mais luto é pela igualdade de gênero, contra o machismo. Esperava um tema social, quando vi qual era, fiquei feliz”, disse.

Saiba mais: "Não esperava", diz primeiro lugar de medicina da UFRN

Macauense

Macauense.com.br
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta

Macauense.com.br