» » » Seca: A previsão para mais um ano de estiagem no RN

Diante da previsão inicial da meteorologia de que a quadra invernosa em 2014,  que vai de fevereiro a maio, será abaixo do normal, o Comitê da Seca integrado por diversos órgãos do Governo do Estado reúne-se, a partir das 15 h desta quinta-feira (23), para definir um cronograma de atividades e providências para minimizar os efeitos do possível prolongamento da seca em relação ao agronegócio e abastecimento de água para consumo humano e de animais.

No entanto, o secretário estadual da Agricultura, da Pecuária e da Pesca, Tarcísio Bezerra Dantas acha que a situação da previsão meteorológica, “agora nos dá uma posição até um pouco confortável do que era em janeiro de 2013”. O prognóstico tirado da reunião dos meteorologistas ocorrida em Fortaleza na terça-feira (21) aponta a probabilidade de o inverno ser 40% abaixo do normal, mas para o secretário de Agricultura “não tem nada definido”, porque o acompanhamento da evolução do clima nos oceanos Atlântico e Pacífico “ainda não dá para tirar uma conclusão definitiva”.

Tarcísio Bezerra Dantas esclarece que, mesmo assim, “o governo vem trabalhando com duas hipóteses”, sendo a primeira que no caso de configuração de um inverno normal, “já temos adquirido sementes de cultivares para distribuição com os agricultores” e junto aos bancos, já se discute “a disponibilidade financeira para o plantio das culturas de subsistência,  reposição dos animais, melhoria das pastagens e investimentos em infraestrutura das propriedades rurais”.

Se continuar a previsão de um inverno abaixo do normal, o secretário de Agricultura o governo já tem definidas algumas metas, como a continuidade das obras de sustentabilidade hídrica que está sendo desenvolvida no interior do Rio Grande do Norte,  como a construção da barragem de Oiticica, situada na comunidade de Barra de Santana, a 14 quilômetros de Jucurutu, na região do Seridó.

A barragem de Oiticica terá um investimento de R$ 311 milhões e armazenará 556 milhões de metros cúbicos de água 

Dantas informou que a governadora Rosalba Ciarlini estaria entregando a presidente Dilma Roussef, por ocasião de sua visita ao estádio Arena das Dunas na tarde de ontem, um documento pedindo a liberação de recursos para a instalação de equipamentos e colocação em funcionamento de 764 poços para melhorar a distribuição de água nas comunidades rurais.

Outra obra em andamento, segundo o secretário, é a adutora de Pau dos Ferros, orçada em R$ 13,5 milhões e com 43 quilômetros de extensão que vai retirar água da barragem de Santa Cruz, em Apodi e beneficiará cerca de 200 mil pessoas, inclusive de municípios vizinhos da região do Médio Oeste do Estado.

Cenário no RN
Cidades em situação de colapso d’água

Regional Pau dos Ferros
- Água Nova, João Dias, Pilões, São Francisco do Oeste, Luís Gomes, Antônio Martins e Paraná.

Regional Caicó 
- Equador, Ipueira, Carnaúbas dos Dantas, São José do Seridó e Jucurutu.

Regional Mossoró 
- Diminuição da oferta de água em trecho da Adutora Arnóbio Abreu (Médio Oeste). A ausência de chuvas causou a baixa no reservatório, o que afeta também a qualidade da água. Trecho atende às cidades de Paraú, Triunfo Potiguar, Campo Grande, Janduís, Messias Targino, Patu e algumas comunidades rurais.

Fonte - Caern

 








As Melhores Ofertas aqui

Macauense

Macauense.com.br
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta

Macauense.com.br