» » » Vice-governador Robinson Faria afirma que “não vai trabalhar com revanchismo”

Macauense - Em nota, o vice-governador Robinson Faria afirmou que vai vai cumprir o papel constitucional e não pretende tomar decisões que provoquem um ambiente de insegurança administrativa ou judicial. Segundo ele, esse é um momento para manter a serenidade.
Robinson deve assumir o cargo de governador logo que o acórdão da decisão do TRE que afastou Rosalba Ciarlini da chefia do executivo for publicado no Diário Judiciário Eletrônico.
Leia a nota na íntegra:
Tomei conhecimento da decisão dos juízes do Tribunal Regional Eleitoral com relação ao processo que envolve a inelegibilidade e o afastamento da governadora.
Trata-se de um momento no qual é preciso manter a serenidade. O país e o Rio Grande do Norte têm instituições consolidadas.
O importante é que, seja qual for a conjuntura, não tomarei nenhuma decisão ou atitude que provoque um ambiente de insegurança administrativa ou jurídica. Cumprirei o meu papel constitucional.
É oportuno que fique claro que não me move o revanchismo, não me motiva a mesquinhez política, não me orientam as disputas eleitorais extemporâneas, não tenho interesses partidários menores.
Cumpro e cumprirei sempre o papel que a Constituição me atribui, com as prerrogativas que a lei me garante, e pronto para contribuir com as instituições democraticamente constituídas.
Robinson Faria

 








As Melhores Ofertas aqui

Macauense

Macauense.com.br
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta

Macauense.com.br