Betinho: “Estou indo para o PP. Quero dividir o comando com Rafael e Ricardo

Recém-desfiliado do DEM, o deputado federal Betinho Rosado confirmou que irá para o Partido Progressista. Ele disse que está chegando ao partido para dividir o comando com o atual presidente, vereador Rafael Motta, e com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Ricardo Motta, que chegaria ao PP com mais quatro deputados. “Estou indo para o PP. Quero dividir o comando do partido com Rafael Motta, o vereador, e o deputado Ricardo Motta”, afirmou ao Jornal de Hoje.
Na semana passada, Betinho anunciou sua saída do DEM, partido presidido no Estado pelo senador José Agripino Maia, e que tem a governadora Rosalba Ciarlini como principal liderança política na atualidade. Na última quinta, Betinho procurou Ricardo Motta para anunciar sua ida ao PP, inclusive para presidir a legenda, após uma articulação envolvendo o presidente nacional do Partido Progressista, senador Ciro Nogueira (PI).
Ainda não se sabe qual, mas o deputado estadual Ricardo Motta deverá fazer opção por outra legenda que não o Partido Progressista, agora sob o comando de Betinho Rosado. Segundo fontes do jornal, Ricardo definiu que não vai brigar pelo PP, mas fazer nova filiação partidária. E está fazendo articulações neste sentido.
Um dos problemas, entretanto, é que apenas três deputados do grupo de Ricardo têm o aval da Justiça para escolher um novo partido sem o risco de perder o mandato. No caso, o próprio Ricardo e os deputados Raimundo Fernandes (ex-PMN) e Kelps Lima (ex-PR). A preocupação do grupo é quanto ao vereador Rafael Motta (PP), atual presidente da legenda. É que, para deixar o PP, Rafael precisa de justa causa. Se não, poderá perder o mandato.
Além de Ricardo, Raimundo, Kelps e Rafael, os deputados Gilson Moura (PV) e Vivaldo Costa (PR) também pretendiam ir para o PP. O grupo não deverá ir mais. A solução poderá ser um desses novos partidos criados recentemente. Por se tratar de legendas novas, não há risco de Rafael, Vivaldo e Gilson serem prejudicados com a perda do mandato por infidelidade partidária, conforme prevê a legislação vigente.
 
DESEMBARQUE
Quem conversou com o deputado estadual Ricardo Motta nesta sexta percebeu um só sentimento do presidente da Assembleia Legislativa: o de que seu grupo deverá “desembarcar totalmente” do governo Rosalba Ciarlini e ir para um novo partido. Até ontem, as informações apontavam que o grupo poderia ir para o Partido da Solidariedade, criado recentemente por Paulinho da Força Sindical.
Pesava contra esse destino o fato de o partido se situar no campo da oposição ao governo da presidente Dilma Rousseff. Nenhum dos seguidores que acompanham Ricardo aceita permanecer no PP. Ontem, o presidente do PP, Rafael Motta, disse apenas que não havia sido procurado por Betinho Rosado, constituindo-se como “surpresa” a notícia de que o parlamentar iria para o PP.
 
Deputado levará PP a apoiar reeleição de Rosalba Ciarlini
Ainda não se sabe a reação dos vereadores Albert Dickson, Rafael Motta, Paulinho Freire, Chagas Catarino e Ary Gomes, quanto à chegada de Betinho ao PP. A ida do deputado para o partido, especialmente para presidi-lo, modifica o quadro político local, que terá mais um partido “garantido, liquido e certamente”, engrossando o palanque de reeleição da governadora Rosalba Ciarlini (DEM).
Nacionalmente, o PP faz parte da base da presidente Dilma Rousseff, mas no Rio Grande do Norte, a legenda, sob o comando de Betinho, deverá ficar à disposição da governadora. No plano nacional, o PP tem 40 deputados federais e cinco senadores. Sua força política permitiu controlar um importante ministério, o das Cidades. Com a chegada de Betinho ao PP, tomando o controle do partido no RN, o PP deverá compor o palanque de Rosalba, ficando contra, portanto, os candidatos da presidente Dilma Rousseff no Estado.
 
FUTURO
Nos meios políticos, entretanto, especula-se que casal Carlos Augusto Rosado e Rosalba Ciarlini estaria por trás da tomada do PP de Ricardo Motta, através do deputado federal Betinho Rosado. No grupo de Ricardo Motta essa percepção é real e tem por base o suposto interesse do grupo que governa o Estado, principalmente visando o futuro, já que Rosalba e Carlos Augusto deverão desembarcar do DEM tão logo isso seja possível.
Assim, não é fora de cogitação a saída de Rosalba do DEM. E o PP poderá ser o destino do grupo. Segundo destaques da imprensa, Rosalba estaria apenas esperando o momento certo para se desfiliar do DEM. Uma ação de desfiliação por justa causa estaria pronta, aguardando apenas o momento certo para ser usada. Haja a vista os desentendimentos públicos e notórios entre o casal que administra o Estado e o presidente nacional do DEM, o senador José Agripino Maia.
Os desentendimentos do casal com o presidente do DEM, José Agripino, são públicos. Todos sabem que o casal e o líder democrata já não são tão aliados assim. Nos últimos tempos, a possibilidade de rompimento entre Agripino e o governo também passou a fazer parte das expectativas do cenário político. Isso porque Rosalba abandonou o DEM no momento que o partido necessitava reafirmar sua posição contrária ao governo da presidente Dilma Rousseff.
Chamada a participar de um programa em rede nacional de televisão com críticas à presidente Dilma, Rosalba preferiu se omitir, irritando Agripino. Única governadora do DEM no País, Rosalba afirmou, inclusive, na sequencia, que poderia apoiar a reeleição da presidente Dilma Rousseff. Tendo o PP sob seu controle, através do deputado Betinho, esse apoio fica muito mais próximo. Resta saber quanto Rosalba deixará o DEM para ir para o PP.


 








As Melhores Ofertas aqui
Betinho: “Estou indo para o PP. Quero dividir o comando com Rafael e Ricardo Betinho: “Estou indo para o PP. Quero dividir o comando com Rafael e Ricardo Reviewed by Macauense on 9/29/2013 11:41:00 AM Rating: 5

Nenhum comentário

Macauense.com.br

PUBLICIDADE

Image Link [] Facebook Username [#] Twitter Username [#] Whatsapp username [#] Instagram Username [#] GPlus Username [#] Pinterest Username [#]