CADE investiga cartel de Sal no RN


PRF cumpriu mandados em empresas do ramo salineiro e sindicatos. Empresários estariam combinando preços // Gazeta do Oeste Sete empresas do ramo salineiro com sede em Mossoró estão sendo alvo de investigação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). A operação, deflagrada na manhã de ontem, foi desenvolvida pela Superintendência Geral do Cade visando investigar um suposto cartel nas empresas do ramo salineiro no Rio Grande do Norte. O trabalho conta com o apoio operacional da Polícia Rodoviária Federal (PRF) do RN e do Rio de Janeiro. Até o momento, foram nove cumprimentos de mandados de busca e apreensões que incluiu também as sedes de sindicatos. A investigação foi motivada por declarações públicas do Sindicato dos Salineiros apontando para uma combinação de preços entre as empresas que atuam no ramo de sal. Segundo as denúncias, os empresários faziam reuniões onde eram discutidos preço do sal e quantidade de produção, configurando crime de cartel. A investigação do Cade apontou que o preço do sal cresceu a níveis próximos ao que ocorreria no caso de monopólio no setor. Foi observado na investigação que o preço do sal para o consumidor final chegou a superar os índices de inflação. Outro dado apontado pelo Cade é que a produção do sal das empresas investigadas pelo crime de cartel corresponde a 80% da produção nacional. O que significa que a confirmação do cartel representa um impacto significativo nos preços do sal. Em Mossoró, o trabalho teve início às 8h. Segundo o superintendente da PRF no RN, Rosemberg Alves, 42 policiais rodoviários federais participaram na operação, além de 22 técnicos do Cade, 18 oficiais de Justiça, dois agentes de segurança da Justiça Federal, quatro peritos da Polícia Federal e advogados da Advocacia Geral da União (AGU). Até o final da manhã muitos malotes contendo documentos e equipamentos eletrônicos foram recolhidos em vários escritórios de salinas em Mossoró, entre elas Socel e F. Souto. A operação aconteceu nas cidades Natal, Mossoró e Rio de Janeiro, onde as empresas mantêm sedes.
 
 
 



Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.




Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

As Melhores Ofertas aqui
CADE investiga cartel de Sal no RN CADE investiga cartel de Sal no RN Reviewed by Macauense on 9/21/2012 09:48:00 AM Rating: 5

Nenhum comentário

Macauense.com.br

PUBLICIDADE

Image Link [] Facebook Username [#] Twitter Username [#] Whatsapp username [#] Instagram Username [#] GPlus Username [#] Pinterest Username [#]