FETAM entra na justiça contra prefeito de Macau

O prefeito Flávio Vieira Veras tem três processos correndo na Justiça Eleitoral. Dois em Brasília e um no Tribunal Regional Eleitoral, em Natal. Responde também vários na esfera Civil e Criminal em Macau. Sendo, inclusive, condenado a 3 anos e 10 meses de prisão num processo criminal por compra de votos em 2004.
Ao DE FATO, ontem, Flávio Vieira Veras disse que estava sendo perseguido pela Justiça. Disse que foi eleito em 2004 sem comprar votos. Foi cassado e novamente eleito em 2006 sem comprar votos e novamente cassado. Quem acredita nessa hipótese, ontem, não ficou surpreso com mais um processo criminal contra Flávio Veras.
Desta vez é a Federação dos Trabalhadores em Administração Pública Municipal do Rio Grande do Norte (FETAM), com sede em Mossoró, que deu entrada com uma ação contra Flávio Viera Veras, porque este reteve na folha a contribuição sindical dos servidores de Macau em 2007 e não repassou, conforme manda a Lei, para a Federação dos Trabalhadores.
A ação é de apropriação indébita, ou seja, de roubo. O vereador Haroldo Martins, que recebeu a denúncia da Fetam lamenta o ocorrido e promete levar o caso ao plenário da Câmara Municipal. "Assim como várias outras irregularidades, vou buscar explicações na Prefeitura, mesmo que não consiga. Mas eu vou tentar", diz.
Outro lado - Em contato com o DE FATO, Flávio Veras admitiu dever R$ 1 milhão aos fornecedores da Prefeitura de Macau, mas garantiu que os servidores municipais estão em dia, inclusive estão recebendo adiantado. Sobre o não-repasse da Contribuição Sindical, Veras disse que ia averiguar o que estava acontecendo.
FETAM entra na justiça contra prefeito de Macau FETAM entra na justiça contra prefeito de Macau Reviewed by Portal Macauense on 10/03/2007 10:09:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Macauense.com.br

PUBLICIDADE

Image Link [] Facebook Username [#] Twitter Username [#] Whatsapp username [#] Instagram Username [#] GPlus Username [#] Pinterest Username [#]